NOTAS DE RODAPÉ

As notas de rodapé destinam-se a prestar esclarecimentos ou tecer considerações, que não devem ser incluídas no texto, para não interromper a sequência lógica da leitura.
Formatação:
A nota de rodapé deve estar separada do texto por um espaço simples de entrelinhas e por um traço horizontal, iniciado na margem esquerda. A fonte é tamanho 10 com entrelinhas simples e alinhamento à esquerda. A partir da segunda linha deve-se iniciar abaixo da palavra da 1ª linha para destacar o indicativo, a numeração da nota deve ser contínua. 

Exemplos:
Nota de Referência:
(No texto)
Conforme Sommerville1, os requisitos não funcionais, “são aqueles que não dizem respeito diretamente ás funções específicas fornecidas pelo sistema”.

(No final da folha – rodapé)




https://formatacaoabnt.com/formatacaorapida


A primeira nota de citação deve conter os elementos essenciais da obra, nas indicações posteriores utilizam-se as seguintes expressões latinas:



Nota explicativa:

(No texto)
Em 2010 foi criado um website1 para a empresa, para ampliar a comunicação com os seus clientes.


(No final da folha – rodapé)

CITAÇÕES

As citações podem aparecer tanto no texto quanto em notas de rodapé e serem diretas (trecho copiado de outro autor) ou indiretas (baseado em uma ideia ou conteúdo de outro autor, mas transcrito com as palavras do autor da monografia).


Citação Direta

Exemplos:
  • Citação direta referenciada no texto:
              Conforme Sommerville (2003, p.84), os requisitos não funcionais, “são aqueles que não dizem respeito diretamente às funções específicas fornecidas pelo sistema”. 

    Obs: se a citação estiver iniciando com letra minúscula, a pontuação virá depois das aspas, pois ela estará finalizando a frase. Se a citação vier após dois pontos e começar com maiúscula, o ponto fica antes das aspas finais.

    • Citação direta referenciada na nota de rodapé:
             Conforme Sommerville1, os requisitos não funcionais, “são aqueles que não dizem respeito diretamente ás funções específicas fornecidas pelo sistema”. 





    Obs: Formatação vide Notas de Rodapé

    • Citação direta com até 3 linhas: a parte copiada fica entre aspas.
    Há duas maneiras de referenciar a obra no texto: 

    No final do parágrafo coloca-se: o(s) sobrenome(s) do(s) autor(es) em letras maiúsculas, o ano da obra e a página de onde foi retirado o trecho entre parênteses.
    Exemplo:

              Requisitos não funcionais, “são aqueles que não dizem respeito diretamente ás funções específicas fornecidas pelo sistema”. (SOMMERVILLE, 2003, p. 84)

    A outra maneira que também pode ser utilizada é antes do trecho copiado citar o(s) sobrenome(s) do(s) autor(es) e entre parenteses o ano e a página de onde foi retirado.
    Exemplo:

    Barbour (1971, p. 35) descreve “o estudo da morfologia dos terrenos [...] ativos [...]"

    Obs: se o trecho não foi copiado na íntegra as partes suprimidas devem ser indicadas com reticências dentro de colchetes: [...].

    • Citação direta com mais de 3 linhas:
    O trecho copiado deve ter fonte tamanho 10, entrelinhas simples, recuo de 4cm da margem esquerda e sem aspas, separado do texto que o antecede e o sucede por um espaço de 1,5.
    Exemplo:
    A engenharia de requisitos fornece um mecanismo adequado para entender o que o cliente deseja, analisar as necessidades, avaliar a exeqüibilidade,negociar uma solução razoável, especificar a solução de maneira não ambígua, validar a especificação e administrar os requisitos à medida que eles são transformados num sistema em operação. (PRESSMAN, 2002, p. 250)


    https://formatacaoabnt.com/formatacaorapida

    Citação Indireta

    Não há obrigatoriedade de colocar o número da página consultada, apenas indica-se o(s) sobrenome(s) do(s) autor(es) e o ano da obra. Se o o(s) sobrenome(s) do(s) autor(es) for indicado fora do parenteses é em letra minúsculas, caso contrário em letras maiúsculas.
    Exemplos:

        Pressman (2002), define a análise como aquela que organiza os requisitos conforme as prioridades do cliente, percebe as relações entre eles e verifica-os enquanto a sua consistência, omissão e ambiguidade.

          A análise organiza os requisitos conforme as prioridades do cliente, percebe as relações entre eles e verifica-os enquanto a sua consistência, omissão e ambiguidade. (PRESSMAN, 2002)


    Indicação da autoria no texto:

    • Um autor: 

    Sobrenome do autor (ano) ou (SOBRENOME do autor, ano)
    Ex: Pressman (2002) ou (PRESSMAN, 2002)

    • Dois autores: 

    Sobrenome do 1° autor e Sobrenome do 2° autor (ano) ou (SOBRENOME 1° autor; SOBRENOME 2° autor, ano)
    Ex:  Carvalhaes e Benicio (2002) ou (CARVALHAES; BENICIO, 2002)

    • Três autores:

    Sobrenome do 1° autor, Sobrenome do 2° autor (ano) e Sobrenome do 3° autor (ano) ou (SOBRENOME 1° autor; SOBRENOME 2° autor; SOBRENOME 3° autor, ano)
    Ex: Philippi, Cruzi e Colucci (2003) ou (PHILIPPI; CRUZI; COLUCCI, 2003)

    • Mais de três autores:

    Sobrenome 1° autor et al. (ano) ou (SOBRENOME 1° autor et al., ano)
    Ex: Devincenzi et al. (2004) ou (DEVINCENZI et al., 2004)

    • Várias obras do mesmo autor e ano:

    Colocar após o ano letras minusculas sem espaço. Ex: Carraro (1967a), Carraro (1967b) ou (CARRARO, 1976a) , (CARRARO, 1976b)

    • Várias obras do mesmo autor em diferentes anos:

    Colocar os anos em ordem cronológica. Ex: Helene (1985, 1987, 1990) ou (HELENE, 1985, 1987, 1990)


    Citação de Citação

    Deve ser indicado o sobrenome do autor do trabalho original, seguido da expressão apud e do nome do autor da obra consultada seguido do ano.
    Exemplo: 
    Carraro apud Salgado (1967) ou (CARRARO apud SALGADO, 1967)

    CONCLUSÃO

    Parte final na qual se relacionam conclusão e objetivos. É necessário retomar os objetivos e apontar as conclusões para cada um deles, demonstrando que foram alcançados.

    O texto segue a mesma formatação dos outros Capítulos. (Clique aqui para ver)

    Exemplo de Conclusão:



    REFERÊNCIAS


    Relação de obras consultadas e citadas no trabalho:

    ·         A palavra “REFERÊNCIAS” deve estar centralizada e em negrito, fonte tamanho 12.

    ·   As referências devem ser digitadas com alinhamento a esquerda e entrelinhas simples, separadas umas das outras por um espaço também simples de entrelinhas.


    ·   
    Exemplo de Lista de Referências:



    Forma de Apresentação

    • LIVRO:  

    SOBRENOME do autor, Nome. Título: subtitulo (se houver, sem negrito). n°. ed. (número de edição, se houver). Cidade: Editora, ano.
    Exemplo:

    Um autor:

    CAPELANO, Tathiana. Comunicação Corporativa e Reputação: Construção e defesa da imagem favorável. São Paulo: Saraiva, 2010.

    CASAS, Alexandre Luzzi . Plano de marketing: para micro e pequena empresa. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2005.

    Dois autores:

    LORENZON, Gilberto; MAWAKDIYE, Alberto. Manual de Assessoria de Imprensa. Campos do Jordão: Mantiqueira, 2006.

    Mais de três autores (colocar o primeiro autor e o restante pode substituir por et al.):

    ROSS, Stephen et al. Administração financeira: corporate finance. São Paulo: Atlas, 1995.

    Obs: O(s) nome(s) do(s) autor(es) referenciados sucessivamente pode(m) ser substituído(s) por um traço sublinear (equivalente a seis espaços) e ponto, na(s) referência(s) seguintes.

    Exemplo:

    ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - ABNT. NBR 6023: informação e documentação / referências / elaboração. Rio de Janeiro, 2002.

    ­­­­­­______. NBR 6024: numeração progressiva das seções de um documento. Rio de Janeiro, 1989.


    • MONOGRAFIA:

    SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo (se houver).n° de folhas. Tipo de trabalho (tese, dissertação, etc.) – Curso, Instituição, ano.
    Exemplo:

    BETANHO, Cristiane. Produção e comercialização em assentamentos de reforma agrária do MST: pesquisa participativa e pesquisa-ação em Pernambuco e no Rio Grande do Sul. 318 f. Tese (Doutorado) – Departamento de Engenharia de Produção, Universidade Federal de São Carlos, 2008.



    • ENTIDADE (empresas, orgãos governamentais, associações, etc):

    NOME (da entidade, empresa, etc.). Título. Cidade: Editora, ano.

    Exemplo:

    ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO TURISMO – OMT. Introdução ao Turismo. São Paulo: Roca, 2001.


    • COLETÂNEA:

    Deve ser colocado o nome do autor responsável pelo conjunto da obra (se estiver explicíto), seguido da abreviação do tipo da participação entre parênteses. (Organizador: Org.; Editor: Ed., etc.)

    SOBRENOME, Autor (Org.). Título. Cidade: Editora, ano.

    Exemplos:

    LEAL, Claudia Feieraband Baeta (Org.). As missões da Unesco no Brasil : Michel Parent. Rio de Janeiro: IPHAN, 2008.

    NOVAES, Adauto (Org.). Rede imaginária: televisão e democracia. 2ª ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.


    • ONLINE:

    Se constar o autor na página este deve ser indicado, caso contrário, colocar o nome do site:

    SOBRENOME, Autor. Título. Disponível em: endereçoonlinecompleto. Acesso em: dia mês ano.

    Exemplo:
    MOTA, Fernando. Portfólios Avaliativos: segundo momento. Disponível em: www.ensinofernandomota.hpg.com.br.  Acesso em:  22 out. 2002.

    Quando não houver o nome do autor, exemplo:

    BUSINESS-INTELLIGENCE. Performance measurement is now a critical issue for the HR Professional. Disponível em: http:/www.business-intelligence.co.uk/reports/hrscorecard/. Acesso em: 02 Out. 2001.

    Obs: conforme a última atualização da NBR 6023, não se coloca mais o endereço eletrônico entre os sinais <  >.



    • REVISTA:

    Indicar o nome do autor da matéria utilizada:

    SOBRENOME do autor, Nome. Título do artigo. Título da revista, cidade, editora, volume, número, mês, ano.

    Exemplo:
    ALONSO, Marcos. Custos no serviço público. Revista do Serviço Público, Brasília, ENAP, ano 50, n.1, Jan./Mar., 1999.

    PHILIPPI, S. T.; CRUZI, A. T. R.; COLUCCI, A. C. A. Pirâmide alimentar para crianças de 2 a 3 anos. Revista de Nutrição, Campinas, v. 16, n. 1, jan./mar. 2003.

    • LEIS E DECRETOS:

    PAÍS, ESTADO OU MUNICÍPIO. Lei ou decreto n°, dia mês ano. Ementa. Publicação, local de publicação, edição (se houver), cidade, volume (se houver), ano. 



    Exemplo:

    BRASIL. Decreto-lei nº 5.452, de 1 de maio de 1943. Aprova a consolidação das leis do trabalho. Lex: coletânea de legislação: edição federal, São Paulo, v. 7, 1943.

    Obs: Leis federais tem sua entrada por BRASIL; Leis Estaduais e Municipais tem a sua entrada pelo nome do Estado e Município, respectivamente. No caso de São Paulo e Rio de Janeiro, como capital e estado tem o mesmo nome, usa-se São Paulo (para leis Estaduais) e SÃO PAULO (SP) para leis municipais.

    Você pode consultar ainda mais sobre as Normas ABNT de Referências e mais exemplos no nosso NOVO BLOG: https://formatacaoabnt.com/category/referencias/


    https://formatacaoabnt.com/formatacaorapida

    APÊNDICE

    Texto ou documento elaborado pelo autor do trabalho a fim complementar a sua argumentação:


    ·         O(s) apêndice(s) deve(m) ser identificado(s) por letra(s) maiusculas consecutiva(s). (APÊNDICE A, APÊNDICE B, APÊNDICE C, etc.).

    ·      O título “APÊNDICE A – Título” deve ser centralizado, negrito, fonte tamanho 12, separado do texto por dois espaços de 1,5 entrelinhas. Texto: justificado, fonte tamanho 12, espaço de entrelinhas 1,5. Parágrafo com recuo na primeira linha 1,25 cm.

    Exemplo de Apêndice:

    https://formatacaoabnt.com/formatacaorapida

    ANEXO

    Texto ou documento, não elaborado pelo autor do trabalho que pode servir como ilustração, comprovação ou que contribua de forma relevante com o conteúdo já apresentado.
    Segue a mesma formatação do Apêndice. (Clique aqui para ver)

    Exemplo de Anexo: